fbpx
Dicas

Aprenda a economizar ao comprar material escolar seguindo 5 passos

10 de janeiro de 2019

Quem já matriculou os filhos na escola sabe que comprar material escolar é uma das prioridades na lista de afazeres. Mas, nem sempre essa é uma tarefa fácil, pois além das listas serem extensas, o orçamento e a opinião dos pequenos precisa ser considerada.

Conseguir conciliar o custo-benefício de todos os produtos exige seguir alguns passos fundamentais, além de um pouco de paciência e tempo. Para lhe ajudar nessa missão separamos orientações e algumas dicas que ajudarão na hora das compras e também a lidar com os gostos das crianças. Confira!

1. Avalie a lista

A lista de material varia muito entre as instituições e o nível escolar da criança; porém, existem alguns elementos que são indispensáveis, como o lápis e a borracha, por exemplo. Portanto, antes de começar a pensar no seu orçamento, vasculhe a casa em busca de materiais que podem ser reaproveitados.

Conversar com outros pais durante reuniões na escola, e até mesmo com seus vizinhos, pode ser uma forma de economia por meio da troca de materiais escolares. Essa é uma alternativa que reduz o desperdício e estende a vida útil de alguns objetos, como livros.

2. Converse com a escola

É costume que as listas de materiais sejam bem longas; afinal, os produtos serão utilizados pelas crianças por  todo o ano letivo. Por causa disso, uma boa opção para redistribuir os gastos , e até mesmo evitar parcelar as suas compras com juros , é conversar com a escola, a fim de saber o que é realmente essencial para o início do ano.

Com um bate-papo com um professor ou orientador, você pode dividir a lista em tópicos e comprá-los de acordo com a necessidade. Uma ótima saída, não é?

Ah, lembre-se que a organização de ensino não pode exigir ,apenas sugerir, marca de produtos; tampouco solicitar itens de uso comum, como artigos de higiene e limpeza. Essas são práticas abusivas, conforme dispõe o art. 1º, § 7º da Lei 9.870/99.

3. Pesquise antes de comprar material escolar

Agora que está definido o que será comprado, o trabalho de pesquisa de preço deve começar. Os valores dos materiais escolares variam muito dependendo da marca e loja. Então, não se limite apenas à pesquisa online; leve o bloco de anotações e a calculadora para a rua.

Uma dica essencial é não se limitar apenas às papelarias e dividir suas compras em lojas de variedades, que possuem preços bem competitivos.

4. Vá às compras com antecedência

Deixar para a última hora é correr o risco de não encontrar todos os produtos, assim como perder as promoções e enfrentar grandes filas. Por isso, aproveite os meses de dezembro e janeiro para iniciar as buscas.

5. Inclua as crianças nas escolhas

Essa é uma questão que deixa alguns pais de cabelo em pé. Até porque, os pequenos já possuem uma opinião formada sobre o que desejam: geralmente, envolve personagens famosos e preços mais salgados.

Ao pensar no orçamento e no gosto das crianças, surge a dúvida: levar ou não seus filhos na hora da compra? Tenha em mente que, se você optar por levá-los, o “mamãe eu quero” será uma frase comum, então é preciso se manter firme a lista.

Se sua opção for a de deixar os filhos em casa, tenha uma conversa para entender o que eles querem e esperam. Muitas vezes, em negociações, um personagem pode ser limitado a apenas um elemento do material. Fazendo alguns acordos, todos saem ganhando.

Considere que nem sempre o material que é a tendência do momento será o melhor. Um produto mais simples e de qualidade, pode ser personalizado com muita criatividade.

Você tem diversas opções para comprar material escolar. Em lojas com grandes variedades de produtos, por exemplo, você pode encontrar, além dos materiais, itens como: papel de presente; adesivos, incluindo os de parede; fitas coloridas, entre outros adereços para criar peças únicas. Você pode investir em margens coloridas, adicionar adesivos de personagens, encapar o caderno, elaborar marca páginas com fitas e tudo mais que sua criatividade mandar!

Agora que está pronta para  comprar material escolar com economia, ajude outros pais com estas dicas. Compartilhe este artigo em suas redes sociais!

Você pode gostar também

Sem comentário

Deixe seu comentário